Acipe promove "Pedal de Conscientização" durante a Semana Municipal de Incentivo ao Ciclismo
Trajeto do passeio foi analisado pela diretoria da Acipe. (foto: Alexandre Martins)

Acipe promove "Pedal de Conscientização" durante a Semana Municipal de Incentivo ao Ciclismo

O passeio percorrerá as principais ruas do centro histórico e é aberto a todos os ciclistas.

Na próxima sexta-feira, dia 23, a Associação dos Ciclistas de Petrópolis - Acipe, promove o "Pedal de Conscientização". Um passeio pelo centro histórico, com o objetivo de chamar a atenção para o número crescente de ciclistas na cidade, as dificuldades de quem utiliza a bicicleta como ferramenta de lazer e transporte e ainda a necessidade de melhorias na sinalização e infraestrutura viária.

A concentração dos ciclistas está marcada para às 19h, na Praça Visconde de Mauá (a "Praça da Águia"), em frente à Câmara Municipal. "O pedal de conscientização é um passeio aberto a todos os ciclistas, de todos os níveis. Percorremos pontos importantes do centro da cidade e que são o destino de muitas pessoas. O percurso será leve e é adequado para todos, inclusive iniciantes. Contaremos com o apoio da CPTrans para auxiliar na organização do trânsito e orientação dos motoristas. Este primeiro pedal tem como objetivo mostrar que é possível utilizar a bicicleta como meio de transporte ativo e, ao mesmo tempo, educar os ciclistas sobre como se comportar no trânsito urbano, como por exemplo respeitar a faixa de pedestres e sinais de trânsito.", informa a presidente da Acipe, Isabella Guedes.

A ideia da Acipe é, ainda, a de colocar em prática o que determina, desde abril de 2012, a Lei municipal 6.944. De autoria do então vereador Marcelo Motorista, foi criada a "Semana Municipal de Incentivo ao Ciclismo". " Quando ficamos sabendo da lei, percebemos que ninguém se recordava de uma semana inteira com campanhas de incentivo ao ciclismo. Muitos. Inclusive eu. Chegamos a confundir com o período do Petrópolis Bike Day, que ocorre em setembro e tem um papel fundamental na conscientização e incentivo ao ciclismo. Este passeio é, portanto, uma forma de chamar a atenção para a necessidade de colocar essa lei em prática, de começar a pensar em soluções para melhorar a relação no trânsito entre carros e bicicletas, o conceito de trânsito compartilhado. Todos precisam se educar, tanto motoristas quanto ciclistas e pedestres. No final, todos saem ganhando com um trânsito mais fluido e seguro", destaca Isabella.

No texto da lei municipal consta que os objetivos são: "difundir o uso da bicicleta, tanto na forma de exercício físico, quanto como meio de transporte; promover cursos e palestras, campanhas publicitárias e outras atividades que ressaltem a importância do ciclismo e da prática de esportes como melhoria da qualidade de vida; buscar soluções para viabilização de vias exclusivas para os ciclistas, trazendo assim melhorias para o trânsito; e desenvolver o mútuo respeito entre ciclistas, motoristas e pedestres".

Cidade cada vez mais povoada de carros

Nos últimos dez anos, a frota de veículos de Petrópolis cresceu 53,12% segundo os números divulgados pelo Detran-RJ. Em julho deste ano, a frota municipal chegou a 174.499 veículos contra 113.960 de julho de 2009. Apenas em relação aos carros de passeio, o crescimento foi de 46,49%. Eram 79.209 em 2009 e hoje 116.033. O crescimento foi ainda maior entre as motocicletas, 67,34%. Ou seja, 26.477 unidades, contra 15.822 há uma década. Caminhões são 3.969 (crescimento de 33,54%) e ônibus 1.055 (46,7% a mais).

Acipe promove "Pedal de Conscientização" durante a Semana Municipal de Incentivo ao Ciclismo

Por outro lado, no Censo de 2010 realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, a população de Petrópolis era de 295.917 pessoas. No dia 29 de agosto do ano passado o órgão federal atualizou o número para 305.687 pessoas. Entre um levantamento e outro, um intervalo de 8 anos, a população da cidade cresceu 3%. Um ritmo bem abaixo do crescimento da frota. Na prática, a proporção de um veículo para pouco menos de dois habitantes (1,75 pessoas).

Ida e volta para casa em Petrópolis leva em média 2 horas 

Numa cidade em que o número de veículos cresce bem mais do que a população e que investe bem pouco em obras de infraestrutura viária, os problemas de deslocamento aumentaram. Em 2016, com base em dados de 2013, o Sistema Firjan divulgou um estudo que apontava que o trajeto casa-trabalho-casa gera prejuízo anual de R$ 398 milhões a Petrópolis. Isso porque, há seis anos, 57,5 mil trabalhadores do município (48% do número total), levavam, em média, 2 horas e 5 minutos por dia no trajeto de ida e volta. Eles formavam a chamada produção sacrificada. O estudo apontou ainda que esse deslocamento havia se tornado 8 minutos mais lento em relação ao tempo de deslocamento divulgado em 2011.

“Nesse contexto, a bicicleta se torna uma alternativa importante para que as pessoas se desloquem na cidade. Petrópolis tem ruas estreitas e pouco espaço para carros. Uma bicicleta ocupa menos espaço, polui menos, ajuda a atenuar os problemas no trânsito e é um transporte democrático, uma vez que é barato e tem baixo custo de manutenção. É surpreendente que, em uma cidade como Petrópolis, a única ciclofaixa existente foi criada em 2014 na Avenida Barão do Rio Branco, mas frequentemente é utilizada como estacionamento - infração grave de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro. Uma infraestrutura cicloviária bem planejada e implementada dá segurança e incentiva mais pessoas a utilizarem a bicicleta como meio de transporte, reduzindo engarrafamentos e melhorando a qualidade de vida da população.”

Dia Nacional do Ciclista

Na foto, Pérsio Davison e Beth Davison, pais de Pedro Davison. (foto: Valter Campanato/ABr)

Desde o ano passado, o dia 19 de agosto é celebrado como o Dia Nacional do Ciclista. É o que estabelece a Lei 13.508/2017, sancionada e publicada no Diário Oficial da União. O texto tem origem no Projeto de Lei da Câmara (PLC) 76/2017, aprovado pelo Senado. 

O PLC, de iniciativa do deputado Lúcio Vale (PR-PA), tem a intenção de promover a paz no trânsito, o uso da bicicleta, a cidadania e a mobilidade sustentável. O dia foi escolhido para homenagear ao ciclista Pedro Davison, que morreu em 19 de agosto de 2006 ao ser atropelado enquanto pedalava na faixa central do Eixão Sul, em Brasília.

Política de Cookies
Política de Cookies

Usamos cookies em nosso site para melhorar sua experiência. Ao clicar em "Aceitar Tudo", você concorda com o uso dos cookies. Pode ainda clicar em "Politica de Privacidade" para conhecer como tratamos esse assunto.

ACIPE

Siga-nos!

Canais de Atendimento

Horário Comercial

Seg-Sex 10:00-17:00

hs. no Rio - 🇧🇷